Dominio: saudeamiga.com
Chave: 0680780a4af82227771af453bb8bd8845c670694
Hora do cache: 1486547490
Vida do cache: 1487843486
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: ffb957ba0dbf4e3dce6368731962b5b652327d28
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Exercícios Saúde

Como Prevenir a Síndrome do Impacto

Pode não parecer, mas você sabia que a articulação do ombro é considerada como uma das mais complexas do corpo humano? Por este motivo, o aparecimento de inflamações ou desgastes nestas regiões podem causar sérios desconfortos.

O principal deles é a chamada Síndrome do Impacto. Também conhecida como conflito subacromial, esta síndrome é uma doença que provoca a compressão do tendão do músculo supra-espinhal do ombro. Geralmente, uma dor forte é sentida ao elevar o braço e no retorno do membro para a posição de repouso.

Há alguns anos, acreditava-se que atletas teriam mais chances de desenvolver a doença. Entretanto, com o passar dos anos, observou-se que qualquer pessoa está sujeita a desenvolver a Síndrome do Impacto.

A seguir, você irá conhecer o que causa a Síndrome do Impacto e quais são as melhores formas de prevenção e tratamento.

acromio

O que causa a Síndrome do Impacto?

Toda vez que levantamos o braço, ocorre um certo tipo de fricção e compressão dos tendões e bursa contra uma região chamada de acrômio.  Esta fricção é denominada de impacto.

É importante ressaltar que esse impacto ocorre em todos os movimentos normais dos ombros, variando o grau de intensidade. Geralmente, as causas da Síndrome do Impacto estão relacionadas a atividades repetitivas que envolvam a movimentação contínua da elevação dos braços acima do nível do ombro.

Ou seja, o impacto se torna uma doença a partir do momento que ele causa irritação ou danos mais graves aos tendões do músculo do ombro.

O principal sintoma da Síndrome do Impacto é a dor. Quem tem a doença também pode sentir dores que se irradiam para a frente do ombro e para o lado exterior do braço; dor súbita ao levantar objetos e ao executar certos movimentos.

Em casos mais avançados, podem surgir dores noturnas e a redução da amplitude de alguns movimentos.

Como prevenir a Síndrome do Impacto?

Com algumas medidas simples no dia a dia, é possível se prevenir a doença ou aliviar as primeiras dores da síndrome. São elas:

  • Ficar atento à postura, especialmente se você tiver os ombros mais posicionados para a frente;
  • Fortalecer a região dos ombros com a prática de exercícios físicos ou academia;
  • Evitar movimentos repetitivos que precisem que o braço seja elevado acima da altura dos ombros;
  • Fazer compressa de bolsas de gelo em caso de dores nesta região;
  • Em caso de dores contínuas, procurar atendimento médico o quanto antes para um diagnóstico precoce.

Qual o tratamento de Síndrome do Impacto?

Na maioria dos casos, o tratamento é não cirúrgico. De maneira geral, podem ser prescritos medicamentos anti-inflamatórios e recomendações de repouso da articulação.

Outra forma comum e indicada pelos médicos são as sessões de fisioterapia, que podem ter duração de quatro a seis semanas, conforme o estágio da síndrome.

Durante este tratamento, são aplicadas medidas anti-inflamatórias (como ultrassom ou infravermelho) além de atividades de alongamento, que irão ajudar a restaurar a amplitude da movimentação do ombro.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.